Apenas uma empresa vai gerir quatro rodovias do RS

Postado dia 20/10/2017 | Tags:, , , , , , , , , , , , | 0 comentário

Esse é um dos maiores lotes do País em extensão

O governo federal encaminhou para avaliação do Tribunal de Contas da União (TCU) a minuta do edital pra a licitação de concessões do Lote 1, único, com quatro rodovias a serem concedidas no Rio Grande do Sul: BR 290 (FreeWay), BR 448 (Rodovia do Parque), BR 386 e BR 101. Nos planos do Ministério dos Transportes a previsão é entregar trechos das quatro rodovias do lote ao setor privado na forma de contratos de concessão, até a metade de 2018. Esse é um dos maiores lotes do país em extensão.

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-RS), Hiratan Pinheiro da Silva, confirmou o lote único em entrevista ao jornalista Felipe Vieira, no programa Agora, da Rádio Guaíba. O sistema significa que não vai haver licitações para cada rodovia, em separado. “São todas as rodovias dentro do mesmo lote para o mesmo grupo de operadores, ou consórcio ou operador individual. É um lote bem expressivo”, admitiu o superintendente.

Apenas a FreeWay registra movimento médio de mais de 100 mil veículos/dia. O investimento exigido também deve ser alto, previu o superintendente. Nessa pauta, a cobrança de pedágios na BR 101, conforme Hiratan, é questão já concretizada dentro do governo federal. Foram realizados estudos definidos e também audiências públicas em 2017.

Sobre a modelagem do leilão, o superintendente regional do Dnit observou que o tema foi examinado em audiências e depois por reuniões com comissões locais que foram a Brasília para fazer o ajustamento para efeito de encaminhamento ao TCU. Na FreeWay a concessão foi prorrogada por mais um ano e se encerra no metade de 2018. No lote 1, a concessão da autoestrada vai da cabeceira da ponte do Guaíba até Torres. A BR 101 vai ser licitada no segmento duplicado e a BR 448 (Rodovia do Parque), integralmente concedida. Na BR 386 o trecho vai de Porto Alegre a Soledade.

Na BR 386, está previsto investimento para a duplicação do trecho Lajeado/Soledade. Essa estrada vai exigir os investimentos maiores. Foram previstas no projeto de concessão obras de melhorias na faixa Tabaí-Canoas, como o alargamento de pista.

Na BR 116 Sul o Dnit fica com o trecho da ponte do Guaíba até o município de Camaquã. De Camaquã até Jaguarão, o governo prevê outra concessão. Atualmente, a empresa Ecosul cuida do trecho.

Fonte: Radio Guaiba


Notícias Relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *