Carnaval menos violento nas rodovias federais

Postado dia 13/2/2016 | Tags:, , , , , , | 0 comentário

As operações da Polícia Rodoviária Federal montadas nos feriados prolongados tem reduzido sucessivamente o número de acidentes, mortos e feridos nas estradas. Além disso, a maior rapidez no atendimentos as vítimas, melhores condições das estradas e evolução tecnológica dos veículos estão contribuindo para reduzir a gravidade dos acidentes. Neste Carnaval de 2016  a PRF atendeu 1.704 acidentes, que deixaram 1.643 pessoas feridas e 106 mortas, contra 2.824 acidentes, 1.849 feridos e 116 mortos em 2015.

Nos mais de 432 mil procedimentos de fiscalização, a PRF flagrou 7.582 condutores ultrapassando em locais proibidos. Vale lembrar que esse tipo de infração provoca acidentes gravíssimos e que a maioria dos acidentes fatais são causados por ultrapassagens mal realizadas. Além das multas de ultrapassagem, mais de 36 mil multas foram aplicadas e 1.848 veículos recolhidos aos pátios.

Excesso de velocidade continua sendo um problema nas rodovias federais. Somente nos seis dias da Operação Carnaval, 92.000 condutores foram flagrados dirigindo com velocidade superior ao permitido. Para combater essa conduta e outras que levam a infrações de trânsito, as ações de educação para o trânsito foram intensificadas no período carnavalesco, e 74 mil pessoas foram abordadas e convidadas a participarem das ações educativas.

Entre a sexta-feira de carnaval (5) e a quarta-feira de cinzas (10), a cada sete minutos um condutor dirigindo sob influência de álcool era flagrado em rodovias federais. Nesse ritmo, a PRF retirou das rodovias 1.347 condutores embriagados e prendeu 162 por apresentarem índice de alcoolemia superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar. A penalidade para quem bebe e se arrisca ao volante é multa de R$1.915,40 e suspensão do direito de dirigir. Já para quem foi preso, a pena é de detenção de seis meses a três anos.

Fonte? PRF e Estradas.com.br


Notícias Relacionadas


Tags: , , , , , ,



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>