DNIT conclui obras de construção e pavimentação de três lotes da BR-429 em Rondônia

Postado dia 29/9/2010 | | 0 comentário

Boa parte da população dos municípios situados às margens da BR-429 passou o inverno deste ano sem sofrer os problemas que há décadas vem causando transtornos: os atoleiros, que dificultam o deslocamento, atrasam as viagens, prejudicam o escoamento da produção local e colocam em risco a vida de todo aquele que se vê obrigado a desafiar a rodovia no período de chuvas. Pelo menos os trechos que vão do entroncamento com a BR-364 até 15 quilômetros depois de São Miguel do Guaporé, passando por Alvorada do Oeste e o distrito de São Domingos até Costa Marques estarão totalmente asfaltados até o fim de outubro.

A informação é do superintendente regional do DNIT, José Ribamar da Cruz Oliveira, que percorreu toda a rodovia na última semana e manifestou sua satisfação com o ritmo acelerado das obras. O asfaltamento da BR-429, realizado com recursos do Governo Federal através do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC foi iniciado também nos dois últimos lotes remanescentes, do km 177, depois de São Miguel do Guaporé, até o km 341 pouco depois do distrito de São Domingos.

O asfaltamento começa agora a ser complementado com o início das obras no lote 02, de São Miguel até próximo a São Francisco, cuja ordem de serviço já foi emitida pelo DNIT. O mesmo ocorre com o lote 03, que vai de São Francisco do Guaporé até pouco depois do distrito de São Domingos.

A expectativa do DNIT é de que o ritmo da execução dos serviços seja mantida, para que até o final de 2011 a rodovia esteja pelo menos perto do asfaltamento total.

A atuação do governo federal na região não ficou limitada ao asfaltamento da rodovia. O DNIT está desenvolvendo um amplo programa de apoio às prefeituras dos municípios situados no eixo da BR-429. O Programa objetiva dotar cada uma das Prefeituras de instrumentos legais para planejar seu desenvolvimento, especialmente em função do crescimento acelerado que deverá acompanhar as obras de asfaltamento. Cada cidade terá, com isso, seu próprio Plano Diretor, elaborado pelos técnicos da Fundação Ricardo Franco, contratada pelo órgão.


Notícias Relacionadas


No tags for this post.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *