Empresa faz pesquisa sobre pagamento de pedágio na BR-163

Postado dia 5/3/2013 | | 0 comentário

Uma empresa especializada em pesquisas no setor de transporte e logística começou, hoje, pesquisar o fluxo de carretas, caminhões, veículos na BR-163, na região Norte, para saber, dentre outras questõs, se motoristas concordam em pagar pedágio e ter a rodovia em melhor estado de conservação. São cerca de 10 pesquisadores que estão em frente ao antigo Posto Fiscal Celeste, próximo a divisa de Sinop e Sorriso, fazendo a coleta de dados.

Policiais rodoviários federais acabam parando os condutores para responderem os questionamentos. São levantados dados do trajeto que é percorrido (cidade a cidade), se os usuários estão à trabalho, a lazer, quantas vezes usam a rodovia por mês ou ano, traçam perfil com idade, sexo, renda dos motoristas. Também está sendo pesquisada a quantidade de usuários que trabalha para empresas de transportes de grãos, carnes, madeira, combustível, alimentos e demais produtos.

Vão ser dois dias de trabalho para concluir a coleta de dados. Ao que tudo indica o estudo será encaminhado ao governo federal que está definindo o plano de privatização da BR-163. Está previsto para agosto a assinatura do contrato de privatização de 821,6 km, entre Sinop e o Mato Grosso do Sul. A superintendente de Exploração de Infraestrutura Rodoviária da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), Viviane Esse, apresentou este prazo, mês passado, durante audiência pública, em Cuiabá, com lideranças políticas e de entidades.

Os pedágios devem começar a ser cobrados quando cerca de 10% das obras estiverem concluídas – esse percentual representa 43 quilômetros. A empresa que ficará responsável pelos pedágios deverá instalar na rodovia câmeras de segurança, equipes de socorristas e guincho. O valor do pedágio para carros de passeio deve variar entre R$ 2,4 e R$ 3,4, dependendo do trecho.

Em algumas rodovias estaduais, na região Norte, que foram asfaltadas há alguns anos, em parceria do governo estadual, produtores e prefeituras, foram criadas associações que cobram pedágio para fazer manutenção e expansão dos trechos pavimentados. Uma delas é entre Sorriso-Ipiranga do Norte a tarifa é de R$ 5,80 por eixo.


Notícias Relacionadas


No tags for this post.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *