Os funcionários da Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos, além de operários da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Município, deram continuidade na manhã de segunda-feira (12), aos trabalhos de remoção dos estragos provocados pelas fortes chuvas do fim de semana na zona rural de Quatis, especialmente nas regiões de Falcão, São Joaquim e Joaquim Leite.

A chuva de sábado derrubou pelo menos 30 barreiras nestas três regiões, impedindo temporariamente a circulação de veículos. A região mais afetada foi o distrito de Falcão, onde foram registradas 11 quedas de barreiras no trecho da Rodovia RJ-159 que passa pela localidade, o alagamento de algumas casas, a formação de uma grande quantidade de lama, o deslocamento de dois postes do sistema de iluminação pública e a retenção de um ônibus que transportava passageiros para a cidade mineira de Passa Vinte. Os passageiros prosseguiram viagem em duas vans enviadas pela prefeitura daquela cidade mineira. Mais uma vez, não houve registros de famílias desabrigadas ou desalojadas.

Os operários trabalhavam na segunda-feira com o objetivo de abrir totalmente a passagem aos veículos nas estradas São Joaquim-Amparo, São Joaquim (Quatis) – Santa Isabel (Valença), Serra dos Pinheiros (Joaquim Leite) e Falcão – Rio Preto. Nestas quatro vias, o trânsito ainda enfrentava muitas dificuldades. Os trabalhos de remoção de barreiras na manhã desta segunda-feira envolvem três máquinas retroescavadeiras, dois caminhões e dez operários. Nas outras estradas afetadas, o tráfego foi liberado no fim de semana.

O deslocamento dos dois postes de luz no distrito de Falcão não resultou na falta de energia elétrica aos moradores, mas a prefeitura precisou esperar os reparos no sistema de iluminação pela Light Serviços de Eletricidade para que pudesse iniciar a remoção da lama nas vias públicas. Só uma barreira que caiu na Rodovia RJ 159 ocupou um trecho de aproximadamente cem metros desta estrada. Já o alagamento das casas foi provocado principalmente pela subida do nível da água de um córrego nas imediações da Rua da Palha.

– Todas as nossas ações para as estradas rurais da cidade estão concentradas neste momento ao atendimento das situações de emergência. Estas ações fazem parte do esquema de prontidão iniciado em outubro do ano passado, através de um sistema integrado com a participação de todas as secretarias municipais, visando socorrer os transtornos provocados pelas chuvas fortes. Felizmente, nas chuvas deste fim de semana, não tivemos registros de famílias desalojadas ou desabrigadas. Diante dos estragos registrados com a chuva de sábado, estamos atuando prioritariamente no sentido de manter as vias rurais em condições de tráfego para os veículos”, declarou o prefeito.

Entre as outras estradas prejudicadas com a queda de barreira ou deslizamentos de terra neste fim de semana, estão as seguintes: Uruguaiana, Avaí, (região de São Joaquim), Serra dos Pinheiros (Joaquim Leite), Serra do Elpídio (Falcão). Na semana passada, a prefeitura retirou mais de 50 caminhões de barreiras que tinham caído em estradas de várias localidades rurais do Município.

Mais Chuvas

O alerta da prefeitura foi reforçado ainda mais em razão da possibilidade de chuvas em pelo menos três dias desta semana no Município (quarta-feira, sexta-feira e sábado). Na terça e quinta-feira, a previsão do INPE (Instituto Nacional de Pesquisa Espacial) é de tempo parcialmente nublado para Quatis.

Fonte: Diario do Vale

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui