Pré-candidato a presidente da República, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, esteve na manhã desta segunda-feira em Hortolândia para inaugurar um pacote de obras no valor de R$ 58 milhões. O empreendimento faz parte também do esforço político para colher dividendos em uma cidade em que lhe deu a segunda posição em 2014 e bem abaixo da sua média de votação no Estado.

Em 2014, Geraldo Alckmin foi o segundo mais votado de Hortolândia com 32.354 votos, ou 34,88% dos votos válidos. O primeiro colocado na cidade foi o ex-ministro e ex-secretário de Saúde, Alexandre Padilha, que faturou 35.809 votos ou 38,6% dos votos válidos.

“É uma alegria voltar a Hortolândia para anunciar investimentos de R$ 58,2 milhões em obras. Os trabalhos começam hoje (segunda, 11) e, até julho, entregaremos a interligação com a ponte; até dezembro, o viário da ponte até a SP-101. As obras terminam em março, com a construção de estações de transferência no Peron e no Rosolem e cinco estações de embarque e desembarque”, confirmou o governador Geraldo Alckmin.

Um outro trunfo é assegurar aproximação com o atual prefeito, Angelo Perugini, e que tenta dialogar com políticos de vários partidos. “Neste projeto que nós estamos fazendo, que é a ponte estaiada, uma participação da Prefeitura para este Corredor, o Estado agora dará um acabamento. Aqui será uma das marcas deste viário importantíssimo para toda a região, pois vai reorganizar o trânsito”, afirmou o prefeito.

As obras remanescentes do Corredor Metropolitano Noroeste Vereador Biléo Soares foram retomadas nesta segunda, 12. Após a ordem de serviço do governador os trabalhos priorizarão a ponte estaiada, com pavimentação da estrutura e construção do acesso pelo Jd. Novo Ângulo. A ponte estaiada foi construída pela Prefeitura para integrar as regiões Leste (Novo Ângulo) e Oeste (Jd. Amanda), além de servir como traçado para o corredor expresso de ônibus, com acesso à Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101). As obras têm ainda duas alças de acesso do Corredor à SP-101. Posteriormente, a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) fará um dispositivo neste trecho, unindo definitivamente o Corredor à rodovia.

Fonte: Todo Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui