Indenizações pagas pelo DPVAT caem 15% em 2015

Postado dia 24/2/2016 | Tags:, , , , , , | 0 comentário

A Seguradora Líder, responsável pelo seguro obrigatório DPVAT, pagou em 2015 652.349 mil indenizações por acidentes de trânsito em todo o Brasil, 15% a menos que no ano anterior. A maior queda foi registrada na cobertura de morte (19%), seguida de reembolso por despesas hospitalares (18%) e invalidez permanente (13%). Em valores, as indenizações chegaram a R$3,381 bilhões no ano passado.

De acordo com os dados, as indenizações pagas por acidentes de motocicletas (497.009) são 76% do montante pago. Dos acidentes por motocicleta, 83% geraram algum tipo de invalidez permanente, 4% acabaram em morte e 13% resultaram em reembolso hospitalar. No caso dos automóveis, foram 124.267 indenizações pagas (19%). Caminhões e pick-ups geraram 17.973 (3%) e ônibus, micro-ônibus e vans 13,1 mil (2%).

O balanço revelou ainda que, do total das indenizações pagas, 416.413 (64%) foram destinadas aos motoristas, 118.156 (18%) para passageiros e 117.780 (18%) para pedestres.

O levantamento indicou também que 74% das vítimas indenizadas são homens e 24% mulheres. As pessoas entre 18 a 34 anos são as que mais aparecem entre as indenizadas (51%). Quando analisadas as regiões, o Nordeste concentrou 33% das indenizações. O Sudeste registrou 29%, o Sul 18%, enquanto o Norte e o Centro-Oeste concentraram 10% cada.

Segundo os dados, a arrecadação total paga pelos proprietários de veículos somou R$ 8.654 bilhões em 2015, sendo que 50% foi destinado por lei para a União. O restante foi gasto com despesas de indenização., constituições de provisões técnicas para pagamento de indenizações futuras e despesas administrativas.

Conforme o diretor-presidente da seguradora Líder-Dpvat, Ricardo Xavier, pela primeira vez ocorreu redução no número de indenizações pagas e há dois anos se verificava queda no número de mortes. “Isso é extremamente alentador. O motivo da redução é uma combinação de fatores, entre eles a própria indústria, que teve redução na produção que vinha em processo acelerado com linha de crédito aumentando a frota, maior fiscalização sobre equipamentos de segurança, lei seca e redução da velocidade média”.

O diretor da seguradora ressaltou que, mesmo com as reduções, ainda não se deve comemorar nada. “Esses números significam que a cada minuto pagamos cinco indenizações”.

Para receber o seguro basta ir até um dos mais de oito mil postos de atendimento existentes no país, reunir a documentação necessária de acordo com a cobertura, preencher o pedido de indenização e entregar os papéis.

O seguro oferece cobertura por morte (R$ 13.500), invalidez permanente (até R$ 13.500) e reembolso por despesas médicas e hospitalares (R$ 2.700). Mais informações podem ser conseguidas na página da seguradora ou pelo telefone 0800 022 1204. As agências próprias dos Correios também recebem pedidos de indenização do Seguro DPVAT.


Notícias Relacionadas


Tags: , , , , , ,



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>