O procedimento preparatório foi aberto pela promotoria de Justiça de Aripuanã (949 quilômetros de Cuiabá), na última terça-feira,  para investigar denúncia de cobrança ilegal de pedágio, em uma estada do município pela Associação dos Produtores Rurais do Vale do Rio Roosevelt (Aprovaleo). Consta no documento, que a conclusão dos prazos extrapolou, bem como não foi possível a resolução da demanda, fazendo necessária a apuração dos fatos narrados para o eventual ajuizamento de ação. Além disso, houve a conversão do procedimento preparatório para a realização de diligências.

O promotor de justiça, Carlos Frederico Régis de Campos, determino que a Aprovaleo seja notificada, no prazo de 10 dias, e informe a natureza da estrada onde está sendo cobrado o pedágio.

Outro lado

Só Notícias tentou por diversas vezes contato com a Associação dos Produtores Rurais do Vale do Rio Roosevelt, mas as ligações não foram atendidas nem retornadas.

Fonte: www.sonoticias.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui