Pagamento eletrônico em pedágios de SP terá quatro empresas

Postado dia 4/9/2013 | Tags:, , , | 0 comentário

O sistema de pagamento eletrônico nos pedágio das rodovias paulistas deverá ter mais uma empresa em operação ainda neste ano. A Move Mais, que atua no setor desde fevereiro de 2012, encaminhou um projeto à Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte de São Paulo (Artesp) há cerca de dois meses e aguarda a autorização do órgão para que seja a quarta empresa a oferecer o serviço no Estado. Atualmente, o sistema é operado pela Sem Parar, Auto Expresso e Conectcar. A taxa de adesão pode chegar até R$ 70.

De acordo com a assessoria de imprensa da Move Mais, ainda não é possível divulgar valores dos planos, pois essas informações dependem do termo de autorização a ser expedido pela Artesp. A empresa prevê que esse documento deverá ser divulgado pelo órgão nos próximos dias. Já a assessoria de imprensa da Artesp não confirma nenhuma data, pois é preciso esperar a homologação da análise referente ao pedido de início de operação no Estado. A Move Mais apenas anuncia que oferecerá planos pré-pago e pós-pago em São Paulo para pedágios e estacionamentos, sob um investimento de R$ 80 milhões.

O sistema de pagamento eletrônico em praças de pedágio em São Paulo foi operado somente pela Sem Parar por 12 anos. Porém, a partir do início de 2013 a Artesp passou a colocar em prática uma política pública adotada pela Secretaria de Logística e Transportes, em 2012, de incentivar a concorrência nesse mercado, o que fez com que os custos do serviço ficassem mais baixos. Mais duas empresas, a Auto Expresso e a Conectcar, puderam então participar do sistema de pagamento eletrônico de pedágios.

O sistema Sem Parar possui quatro tipos de planos disponíveis aos clientes paulistas. Os planos Sem Parar Clássico e Sem Parar BR são da modalidade pós-pago e são aceitos nas praças de pedágios de todo o Brasil. Além disso, eles também funcionam em estacionamentos e shoppings cadastrados. As taxas de adesão vão de zero, no caso do BR, a R$ 69,56, no Clássico. A principal diferença entre eles é que, por o usuário pagar a taxa de adesão no Clássico, sua mensalidade é mais barata, de R$ 12,40, contra R$ 16,43 do BR.

Existe também o Sem Parar SP, na modalidade pós-paga, que é aceito somente nas praças de pedágio de rodovias paulistas. A adesão desse serviço é de R$ 30 e a mensalidade é de R$ 6. Com a abertura da Artesp para a vinda de novas empresas, a Auto Expresso passou a oferecer o serviço em sistema pós-pago no Estado. A taxa de adesão desse plano é de R$ 30 e a mensalidade é de R$ 6.

Mas caso o usuário prefira utilizar o sistema pré-pago, existem outros três planos, oferecidos pelas três empresas que fornecem o serviço em São Paulo. No plano Sem Parar Paulista, a taxa de adesão é de R$ 40 e a taxa de recarga é de R$ 4 a R$ 15. Ou seja, se a pessoa recarregar R$ 20, terá direito a utilizar R$ 16 em créditos, se pagar a taxa de R$ 4. Além disso, esse plano possui uma taxa adicional de R$ 1,50 para o uso em estacionamentos e rodovias em outros Estados. A Conectcar também oferece um plano nessa modalidade, com uma taxa de adesão de R$ 30 e e taxa de recarga entre R$ 2 e R$ 8,50. Já a Auto Expresso possui o plano Escolha, sendo que a taxa de adesão é de R$ 30 e a taxa de recarga é de R$ 6.

Cuidados com a segurança nos pedágios

Para evitar acidentes e colisões nas praças de pedágio, os usuários das pistas automáticas devem estar atentos a algumas regras de segurança:

- Respeite o limite de velocidade máxima de 40 km/h ao passar pelo pedágio;

- Mantenha distância de pelo menos 30 metros do veículo que está a sua frente;

- Na entrada e passagem pela pista automática, mantenha velocidade constante e dentro dos limites definidos;

- Fique atento em relação a veículos pesados ou em alta velocidade na passagem pela pista automática. Esses veículos podem ter capacidade de frenagem inferior a do seu veículo;

- Caso a cancela não abra, aguarde as orientações de um funcionário da concessionária e mantenha o pisca-alerta do seu veículo ligado.


Notícias Relacionadas


Tags: , , ,



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>