O acidente ocorreu por voltas das seis horas de ontem, na BR 343, entre os municípios de Campo Maior e Boqueirão, no Norte do Estado. O motoqueiro e o carona, saíram de uma estrada vicinal e foram colhidos pelo ônibus. Eles foram arrastados por cerca de cem metros no asfalto

Duas pessoas morreram e várias ficaram feridas levemente em um acidente com ônibus da Guanabara, na manhã de ontem entre os municípios de Campo Maior e Boqueirão, no Norte do Estado. O motoqueiro Francisco Nascimento Miranda, de 43 anos, e o outro rapaz que estava na garupa, Luís Lisandro da Silva, de 37 anos, foram esmagados pelo coletivo.

De acordo com as informações prestadas pelo delegado Armandino Moura, da Delegacia Regional de Campo Maior, o acidente aconteceu por volta das 6 horas de ontem, na BR-343, na altura da localidade Sambaíba, zona Rural daquele município.

O motoqueiro conduzia uma motocicleta Honda, Titan, de cor Azul, de Boqueirão para Campo Maior, onde iam participar de uma feira de animais.

Ao sair de uma estrada vicinal e ir para a BR, os dois motoqueiros foram surpreendidos e colhidos pelo ônibus, que os arrastou por cerca de 100 metros no asfalto.

Ao tentar fazer a manobra para desviar da moto, o motorista do coletivo, José da Silva, perdeu o controle da direção e desceu um aterro, fazendo vários passageiros sofrer lesões leves.

Os dois, motoqueiro e carona, andavam sem capacetes e sem habilitação, ficaram presos nas rodas do coletivo e foram retirados horas depois com a ajuda de policiais rodoviários federais.

Os corpos, bastante mutilados, foram levados para o necrotério do Hospital Regional Santo Antônio, em Campo Maior, onde foram necropsiado e depois liberados para o sepultamento.

O motorista do ônibus se apresentou espontaneamente na Delegacia Regional de Campo Maior, onde foi ouvido pelo delegado Armandino Moura. Depois de prestar esclarecimentos, ele foi liberado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui