Um acidente de trânsito, no final da manhã de ontem, no quilômetro 26 da BR-280, em Araquari, causou ferimento em dois homens que estavam na motocicleta MCV-5962 (São Francisco do Sul). Rangel Roberto Rabelo, 27 anos, teve fratura exposta na perna direita e traumatismo craniano. Ele foi levado ao Hospital São José, em Joinville, pelo helicóptero águia da Polícia Militar. Segundo os funcionários, seu estado de saúde inspira cuidados. Deosdete Pereira da Silva, 27, foi encaminhado ao Hospital São José e ainda internado por causa de escoriações.

O condutor do Tempra LXP-7915 (Joinville), o autônomo Antenor da Silva Nascimento, 34 anos, estava assustado com a ocorrência. Ele contou que seguia de Joinville e estava no acostamento para entrar em Araquari. “Parei e esperei para cruzar a pista. Não vi ninguém e cruzei. Aí houve a batida”, lamentava. Ele saiu ileso do acidente. O carro parou a dez metros do local da colisão. A motocicleta caiu no canteiro de um posto de combustível.

Enerita Correa silva, 63 anos, que mora em frente ao local do choque, reclama da falta de segurança. “Os acidentes são constantes. Um dia antes, já teve outro com moto”, reclamou. Ela e outros vizinhos pediram uma lombada eletrônica, alegando que crianças precisam atravessar a rodovia e correm risco diariamente.

Uma colisão entre a Toppic JNZ-0847 (Joinville) e a caminhonete BML-7592 (Joinville) deixou cinco pessoas feridas, no início da tarde de ontem. Os dois veículos trafegavam pela rua Copacabana, perto do trilho de trem, quando tudo ocorreu o acidente. O motorista da caminhonete, Sílvio Cardoso, 62 anos, contou que ouviu a buzina de uma locomotiva que transportava homens que fazem a manutenção da linha e freiou. “Eu nem vi essa locomotiva se aproximando”, contou. O motorista da Toppic, Sidney Dell Agmolo, 22, que vinha logo atrás, não conseguiu freiar, batendo na traseira da caminhonete.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui