Um ônibus da empresa Barbara Tur de Canguçu viajava sentido Pelotas na BR-116 quando saiu da pista e tombou no acostamento. O acidente aconteceu por volta da meia noite deste domingo na BR 116, no km 503. A maioria dos passageiros sofreu ferimentos leves, e seis pessoas tiveram ferimentos graves. Todos os passageiros foram removidos para o Pronto Socorro Municipal de Pelotas. Os primeiros socorros foram prestados ainda no local pelas equipes de resgate da Ecosul. Cinco ambulâncas da Ecosul, além do veículo médico, carros de apoio e as ambulâncias do Corpo de Bombeiros, Unimed, Hospital de Clínicas de Pelotas, Prefeitura de Pelotas e Prefeitura de São Lourenço do Sul foram necessárias para remover todos os passageiros do ônibus.

No momento do socorro das vítimas e na retirada do ônibus a pista ficou com tráfego interrompido. O ônibus já está sob a responsabilidade dos proprietários e foi removido para um depósito agora a pouco. A concessionária manteve atendimento às vítimas durante toda a noite e disponibilizou uma van para transportar os passageiros liberados.

Os feridos removidos em estado grave ainda estão passando por avaliação médica no Pronto Socorro Municipal de Pelotas. Entre eles está um menor de idade com trauma de medula. O Pronto Socorro ainda não liberou informações mais precisas sobre os acidentados. Assim que tivermos a confirmação do estado de saúde de todos eles enviaremos informações.

O coordenador das equipes de resgate está acompanhando as vítimas no hospital e deve entrar em contato confirmando alguns dados ainda pela manhã. Dez vítimas do acidente com o ônibus de turismo permanecem internadas no Pronto Socorro Municipal de Pelotas

As vítimas do acidente que ainda estão hospitalizadas sofreram traumatismos graves que variam desde fraturas simples, fraturas expostas e traumatismo craniano. O caso considerado mais grave até o momento pelos médicos é o do adolescente William Freitas Xavier, de 15 anos. Ele foi encontrado embaixo do ônibus e sofreu um traumatismo de medula.

O coordenador das equipes de resgate da Ecosul, Djair Chaves, continua acompanhando a avaliação médica e o estado de saúde das vítimas hospitalizadas.

Segue lista dos feridos considerados em estado mais grave:

Catarina Amaral da Silva
Geralda Cardoso da Luz
Raquel Santos de Matos
Nadir Elizabeti Costa
Tânia Marques Cardoso
William Freitas Xavier
Maria da Graça Mendes
Maria Adelaide Chagas
Iara Maria Chagas Fernandes
Elda Duarte da Cunha

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui