De acordo com a perícia preliminar do Instituto de Criminalística de Goiás, a causa do acidente envolvendo um ônibus da Taguatur na BR-070 na sexta que matou 14 pessoas e deixou mais de 70 feridos foi o descuido do motorista do gol, placa JDZ 6430-DF.

Ele teria invadido de 80 centímetros a um metro a pista contrária, se chocou na lateral de um Monza conduzido por Eliânio de Jesus, perdeu o controle e bateu em seguida de frente com o ônibus, placa KEV 0497/GO.

O coletivo carregava 87 e capotou uma vez antes de despencar por uma ribanceira de 28 metros. Mais de 50 bombeiros e policiais de Goiás e do DF socorreram os passageiros.

Foram mobilizadas 21 viaturas de resgate e ambulâncias. Segundo os bombeiros, três corpos estavam presos nas rodas do ônibus, pessoas mortas e feridas estavam espalhadas pela pista.

“Vi corpos espalhados por todo lado, entre mortos e vivos. Tivemos que fazer uma triagem e atender os mais feridos”, conta o sargento Evandro Sutero, do 2º Batalhão de Busca e Salvamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui