A destruição da murada da ponte sobre o Rio Taquari e o caminhão transformado em destroços, abaixo dela, formaram um quadro trágico em plena véspera do aniversário de 50 anos da estrutura. Carregado com leite e derivados, o veículo despencou da ponte e caiu de uma altura de 20 metros, junto a uma lavoura. O motorista, um jovem de 27 anos, morreu na hora.

O acidente ocorreu por volta das 3 horas da madrugada de ontem na ponte de Mariante, em Venâncio Aires. O caminhão da empresa Piá seguia de Nova Petrópolis para Santa Maria dirigido por Gilberto Luís Bauer. Quando passava sobre a ponte de Mariante, o veículo virou à direita, arrancou 50 metros da murada de proteção e caiu com as rodas para cima.

Populares aproveitaram para recolher parte da carga do caminhão, espalhada sobre a lavoura. Ainda durante a manhã, a Santa Cruz Rodovias começou a reconstrução da murada. O trânsito ficou em meia-pista sobre a ponte ao longo de toda a quarta-feira.

SONO

As causas do acidente são desconhecidas, mas suspeita-se que o motorista tenha dormido ao volante. O comandante da Companhia Rodoviária de Santa Cruz do Sul, major Marco Aurélio Almeida Medeiros, comenta que o trecho é bem sinalizado, conta com pavimentação em boas condições e apresentava pista seca. “O único fator que poderia ter contribuído para a ocorrência era o horário, quando aumentam as chances de sono de quem dirige”, avalia.

O major orienta os motoristas a jamais dirigirem cansados ou sonolentos. Ele também acredita que a hipótese de Bauer ter passado mal ao guiar é remota, dada a idade do caminhoneiro. O veículo será encaminhado a perícia, para verificar a possibilidade de falha mecânica.