Cansados de esperar por obras de melhoria na PR-475, no sudoeste do Estado, cerca de 150 agricultores da região fizeram um protesto ontem fechando a estrada.

A rodovia liga os municípios de São Jorge do Oeste e Quedas do Iguaçu, além de ser acesso também para a Usina de Salto Caxias.

Os manifestantes utilizaram máquinas agrícolas e veículos para fechar a estrada no quilômetro 16. Segundo eles, a pista está mal conservada e precisa urgentemente de recuperação. Ontem, no final da tarde, algumas pessoas ainda permaneciam no local e a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) acompanhava a ocorrência.

Os agricultores, que pertencem à Comunidade de Linha Consoladora, dizem ainda que faz três anos que aguardam as obras do governo do Estado, e que os buracos colocam em risco a segurança dos motoristas.

De acordo com informações da PRE, a manifestação foi pacífica, pois os manifestantes impediam o tráfego, nos dois sentidos, por uma hora, depois liberavam os carros e, em seguida, seguravam os veículos novamente.

Dessa forma, informou a PRE, não houve grandes congestionamentos. Os agricultores prometeram voltar a fechar a estrada na semana que vem, caso não haja nenhum retorno do governo do Estado.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Transportes e do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), amanhã deve começar uma operação emergencial para tapar buracos na PR-475.

Mas nos próximos 30 dias, segundo a assessoria, devem ser iniciadas várias licitações para escolher empresas que deverão ficar responsáveis pela recuperação de toda a PR-475. Só no oeste e no sudoeste do Paraná, as obras deverão ser feitas em cerca de 2.100 quilômetros. A secretaria, porém, ainda não tem previsão da data de início das obras.