O governador Geraldo Alckmin (PSDB) liderou uma carreata de automóveis antigos, jipeiros e motociclistas, durante a inauguração do segundo trecho da Rodovia Bandeirantes, entre Cordeirópolis e Santa Bárbara D´Oeste, com percurso de 39 quilômetros. Em 3 de junho, o primeiro trecho, entre Santa Bárbara e Campinas, de 39 quilômetros, também havia sido entregue pelo governador.
A nova pista dá acesso ao norte e nordeste do Estado, totalizando 78 quilômetros e conta com duas praças de pedágio em Sumaré (km 115), R$ 5,40; e, em Limeira, (km 159), R$ 4,00. A obra foi orçada em R$ 520 milhões, sob a concessão da AutoBan.
Cracolândia – Alckmin chegou às 12h30, duas horas após o previsto, por causa das chuvas que impediram o vôo de helicóptero. Ele afirmou que os cinco policiais civis que atuaram na Cracolândia serão demitidos “a bem do serviço público”. Reafirmou, ainda, que os presídios do Interior têm condições e absorver os presos que já começaram a ser transferidos do Carandiru.
“Não é o momento de falar em eleições”, disse, reforçando que seu nome poderá ser apreciado pelo partido. O governador falou do esforço da bancada do PSDB na Assembléia Legislativa, que aprovou a criação da Agência Reguladora de Concessões. “Sem a concessão das estradas, teríamos recursos, talvez, apenas em 2005.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui