A equipe do Portal TV Canal 13 flagrou na noite desta quinta-feira (11) dois animais andando livremente pelas pistas da Avenida João XXIII, próximo à subida da Ladeira do Uruguai na Zona Lesta da Capital.

Segundo menos três veículos que passavam no local foram obrigados a desviar repentinamente para evitar acidentes.

De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal do Piauí – PRF só no ano passado dos 1.858 acidentes registrados, 255 foram evolvendo animais na pista, o que representa 14% do total.

A quantidade de ocorrências, em especial pelo número de cinco mortes decorridas em função delas, fazem a PRF alertar os prefeitos para a retirada dos animais das rodovias.

Veja alguns cuidados a serem tomados:

– Ao avistar animais na pista, a primeira atitude a tomar é reduzir a velocidade e jamais buzinar, para não assustar os bichos.

– Pelo mesmo motivo, você não deve ligar o farol alto nessas situações. Animais assustados podem ter reações inesperadas, o que torna o momento ainda mais imprevisível. Eles também podem ficar paralisados de susto, congestionando a via.

– Ultrapasse os animais que estiverem atravessados na pista sempre por trás, de modo a diminuir a velocidade de reação do animal. Lembre-se: bois e vacas não recuam, diferente dos cavalos, que podem ter reações inesperadas.

– Ao passar por uma boiada ou um outro agrupamento de animais, vá em primeira marcha e lembre-se, nunca buzine. Também feche os vidros por motivo de segurança.

– Diante de animais de pequeno porte (um cachorro, por exemplo), a tendência natural é frear ou desviar bruscamente, principalmente quando se está trafegando em alta velocidade. Antes de qualquer manobra, veja pelo retrovisor se vem algum carro atrás. Um movimento inesperado pode provocar um acidente.

– Após passar por um animal, pisque os faróis para os carros que vierem no sentido oposto e faça um sinal com a mão para baixo, mostrando quatro dedos. Na “linguagem da estrada”, você está avisando que há animais na pista.