BR-163 sofre com as fortes chuvas que caem no norte de Mato Grosso A Verdade dos Fatos Sorriso A rodovia BR-163, no trecho que corta a região médio-norte do estado do Mato Grosso está sofrendo com o surgimento de buracos sobre a pista. O excesso de chuvas está agravando a situação da rodovia, que não tem um trabalho de recuperação que atenda o número de buracos que crescem todos os dias. Nilo Fleuri – Chefe do DNER O chefe da residência do Departamento Nacional de Estradas e Rodagem (DNER) em Sorriso, Nilo Fleuri, atribuiu à continuidade das chuvas a não recuperação da BR, “pois nós não tivemos um só dia de sol para realizar os trabalhos sobre a pista” – declarou Nilo. Além do grande número de chuvas que caem sobre a rodovia, o órgão responsável pela manutenção da rodovia não dispõe de material humano e infraestrutura para atender toda a extensão da 163. O DNER de Sorriso é responsável por mais de Mil kilômetros de rodovias federais em Mato Grosso, nas BR s 163 e 364. Na BR-163 o trecho atendido vai da Serra de São Vicente, em Cuiabá até a divisão do estado com o Pará. Alguns trechos da rodovia são terceirizados para empresas particulares realizarem o trabalho de manutenção no asfalto. Porém alguns contratos, como do trecho que compreende o extremo norte da BR-163, não foram assinados ainda, fazendo com que a região fique no aguardo da atuação da empresa na recuperação da área atingida. Para amenizar o problemas, mesmo com as chuvas abundantes, o chefe do DNER anunciou a chegada de uma novidade: o “asfalto pronto”, que pode ser utilizado em qualquer condição climática, “mesmo com o buraco cheio d água, poderemos colocar o material que o mesmo não sai” – informou Nilo. O asfalto é produzido a quente, esfria e é colocado em sacos para a utilização no local a ser recuperado. “Nós estaremos realizando um teste com essa nova maneira de consertar o asfalto” – finalizou o representante do DNER. Um dos trechos mais críticos da BR-163 é entre Sorriso e Sinop, onde existem muitos buracos grandes obrigando os motoristas a realizar manobras sobre a pista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui