RESENDE – Na tarde de ontem, a concessionária NovaDutra acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para verificar um caminhão-caçamba que estava estacionado irregularmente na faixa da esquerda no km 297, na reta que vai a Resende. O veículo estava no meio da pista e o condutor, na beira da estrada.

No local os inspetores da PRF verificaram que o motorista do caminhão, João Eduardo da Cunha, 46 anos, estava visivelmente embriagado. O condutor foi encaminhado à 9ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, em Resende, onde foi submetido ao teste do bafômetro, quando se constatou que dirigia sob efeito de bebida alcoólica.

O teste confirmou que o motorista tinha no organismo 1,43 miligramas de álcool por litro de ar (mg/l), e a contraprova feita no mesmo local ratificou o resultado.

O limite de tolerância é de 0,1 mg/l, no teste do etilômetro (bafômetro). Até 0,33 mg/l o condutor comete uma infração de trânsito, sujeito a multa e suspensão da carteira de habilitação. Porém, a margem do flagrante de João Eduardo esta acima de 0,33 mg/l, por isso ele foi autuado por crime de trânsito, de acordo com a Lei Seca. Foi detido e enviado à a89ª Delegacia de Polícia, onde foi liberado depois das averiguações. Ele teve que pagar fiança, poderá perder a carteira por um ano, além de pagar multa de R$ 955.

O caminhão foi rebocado pela NovaDutra e entregue à PRF. A placa do veículo não foi divulgada. Ele foi o primeiro motorista a ser preso pela Lei Seca pela 9ª Delegacia da PRF.