Ocorrência Jocimar foi encaminhado para a 134ª DP, onde registrou o roubo do caminhão

Por cinco horas o caminhoneiro Jocimar da Silva Firmino, 29 anos, ficou nas mãos de três bandidos armados que roubaram, no início da madrugada de ontem, na BR 101, na Tapera, o caminhão placa MQE 4148-Espírito Santo. A quadrilha usou um Gol branco, cuja placa não foi identificada. A vitima foi abandonada à margem da rodovia federal, por volta das 4h, no km 13, em Guarus. Com mais esse assalto, já chega a 35 o número de roubos deste ano, na BR 101, no trecho Macaé à divisa com o Espírito Santo.

Devido ao auto índice, a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal do Rio, enviou a Campos uma equipe para fazer levantamento das últimas ocorrências. Entre elas, os assaltos a sacoleiros e a universitários de Vitória.

De acordo com Jocimar, ele trafegava de Cachoeiro de Itapemirim (ES) para o Rio de Janeiro, onde carregaria o caminhão. Na altura da Tapera, foi fechado por um Gol branco, no qual um dos três ocupantes estava com parte do corpo para fora. Com uma arma na mão, o bandido mandou que ele parasse no acostamento. Ele foi retirado do caminhão e colocado dentro do Gol com dois homens, enquanto o terceiro assumia o caminhão. Enquanto esteve no carro, ele foi mantido de cabeça para baixo. Havia sempre uma arma apontada para ele.

— Paramos em vários pontos, mas sempre mandavam que eu continuasse quieto, do contrário, me matariam. Fiquei com os bandidos por mais cerca de cinco horas, até que um deles recebeu uma ligação. Minutos depois me deixaram em frente a uma borracharia à margem da BR — contou a vítima, que afirmou não conseguir identificar nenhum dos bandidos, uma vez que todos permaneceram usando touca ninja durante o roubo.