Acidente em Campinas ocorreu no km 104 da Anhangüera, na alça de acesso a rodovia D. Pedro, em Campinas

Uma senhora de 61 anos, identificada pela Polícia Rodoviária como Maria Isabel Baltar da Rocha Rodrigues, morreu no início da tarde desta terça-feira (14) após ter o carro, modelo Gol com placa de São Paulo, prensado pela carga de um caminhão da transportadora mineira RM. O acidente ocorreu na alça de acesso que une as rodovias Anhangüera e Dom Pedro I, na altura do distrito de Aparecida de Campinas.

De acordo com o tenente da Polícia Militar João Vital Filho, a vítima já se encontrava em óbito quando o resgate chegou. A equipe do Corpo de Bombeiros levou aproximadamente 30 minutos para retirar a carga que caiu sobre o carro, mas ela já não apresentava sinais de vida , contou.

Segundo o motorista Gilbert Neto de Oliveira, que conduzia o caminhão que tombou sobre o carro da vítima, ela teria tentado ultrapassá-lo pela faixa da direita, fato que o obrigou a jogar o seu veículo no sentido contrário. Quando eu vi, ela já estava muito próxima. Fui obrigado a virar com tudo para a esquerda e isso fez com que a carga do caminhão tombasse sobre o carro dela. Ainda tentei socorrê-la, mas infelizmente não consegui fazer nada , lamenta. Após o acidente, a equipe de resgate da AutoBan conduziu Oliveira para o Pronto Socorro da Vila Anchieta. Aparentemente, o motorista só havia sofrido escoriações leves.

Outro caminhão da mesma empresa trafegava logo atrás e conseguiu evitar a colisão. O motorista Paulo Ladeira confirmou a versão do colega sobre o que causou o acidente. Eu vi o carro dela entrar comendo a faixa e Gilbert não teve mesmo como evitar o acidente , contou. Ladeira afirmou que ambos saíam da unidade da empresa Nestlé na cidade de Cordeirópolis. O acidente foi registrado no 8º Distrito Policial de Campinas.