Um levantamento da Artesp (Agência Estadual de Transportes do Estado de São Paulo) revelou que o principal problema dos carros que circulam pelas rodovias paulistas é a falta de manutenção. De acordo com a Artesp, dos 7,1 milhões de atendimentos feitos desde 1998, mais da metade foram para socorrer carros que precisavam de socorro mecânico ou guincho.

A pesquisa mostra que 1.556 carros com problemas são atendidos todos os dias nas rodovias estaduais. O índice aumenta quando são analisados dados específicos por regiões. Nas estradas que cortam a região de Campinas, a média diária de atendimentos é de 621 e quase 70% dos carros foram socorridos por falta de manutenção.

Nas rodovias que passam por Ribeirão Preto, a concentração é ainda maior, com mais de 80% dos atendimentos. Na região de Araraquara, o índice é menor, de 45%.

Motoristas que colocam o carro na estrada sem manutenção podem prejudicar quem está com a revisão em dia. Para evitar que isto aconteça, antes de pegar a estrada com a família no feriado, o vendedor Flávio Cavazotto parou o carro para revisão.

Segundo o advogado José Almeida Sobrinho, especialista em trânsito, em alguns casos a falta de manutenção nos veículos, como o uso de pneus em mal estado ou quando o carro pára por falta de combustível, pode resultar em multa para o motorista.