Nesta quinta-feira, os usuários que passarem pelas rodovias Washington Luís (São Carlos – Cordeirópolis) e Comandante João Ribeiro de Barros (Jaú – Bauru) receberão de brinde uma novidade. Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente a concessionária Centrovias distribuirá sacolinhas biodegradáveis para câmbio. A ação visa incentivar o uso de materiais alternativos ao plástico convencional, um dos maiores problemas ambientais do mundo.

As sacolinhas foram produzidas utilizando o Bioplástico, confeccionado com matéria-prima de fontes agrícolas renováveis como mandioca, batata, milho, cana-de-açúcar e girassol. Este plástico 100% biodegradábvel é o resultado de pesquisas realizadas em parceria entre USP (Universidade de São Paulo), UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), Embrapa e empresas do setor privado de São Carlos. O material é certificado como produto compostável pela Din Certico, uma certificadora européia já que o Brasil está em fase de criação de suas próprias entidades certificadoras.

No caso das sacolas distribuídas pela Centrovias até a tinta utilizada para a impressão do material é à base de água e não de solventes. Após servir como lixeira, a embalagem pode ser utilizada novamente para a coleta de lixo orgânico doméstico. Depois de descartada adequadamente em compostagem, o bioplástico se decompõe e é transformado em adubo, um processo natural que não provoca qualquer agressão ao meio ambiente.

Segundo o Engenheiro de Materiais João Carlos de Godoy Moreira, que participou do desenvolvimento do material “o Bioplástico é uma grande alternativa para a produção de embalagens para a agricultura, por exemplo, promovendo a sustentabilidade da indústria de embalagens em geral”. Ele completa: “A compostagem e a coleta seletiva de lixo urbano orgânico, suportados pela utilização de bioplásticos, serão definitivamente ecoeficientes”.