Devido ao mau tempo de ontem na Grande Florianópolis, a Polícia Rodoviária Federal resolveu adiar o teste da Operação Retorno, no trecho Sul da BR-101, para o próximo domingo.
Caso a chuva não impeça novamente, portanto, os motoristas vão encontrar em mão única no sentido Sul-Norte, daqui a seis dias, o trecho entre o acesso à Praia do Sonho, em Palhoça, e o trevo de Santo Amaro da Imperatriz. A medida deverá ser adotada das 17h30min às 18h30min para minimizar o tradicional engarrafamento no trecho não duplicado da rodovia.
A decisão de cancelar a operação ontem foi tomada após uma breve vistoria feita pela PRF no trecho de 19 quilômetros. Segundo o chefe do núcleo de Comunicação Social do órgão, inspetor Luiz Graziano, o helicóptero não teria condições de levantar vôo por causa do temporal que atingiu a região desde as primeiras horas do dia.
Como o trabalho dos patrulheiros em motocicletas também ficaria prejudicado, ficou definido o cancelamento por questão de segurança. “A operação ficaria muito vulnerável”, explicou Graziano, prevendo uma redução no movimento.
O sol acabou saindo por volta das 16h, mas já era tarde. A expectativa da PRF se confirmou e não houve problemas no trânsito na volta das disputadas praias que margeiam a BR-101. O fluxo de carros foi intenso no final da tarde em ambos os sentidos, porém sem retenções no tráfego.
O estudante Nélson Denfen, 23 anos, voltava ontem da Praia da Pinheira para São José, onde mora, no horário em que seria adotada a mão única. Ele elogiou a idéia e disse que, não fosse o mau tempo, só poderia voltar para casa de madrugada. “Isso aqui é uma loucura. No domingo, normalmente fica tudo parado”, contou.
O vendedor João Medeiros, 27, voltava para Criciúma sem saber que poderia ter ficado retido no trevo de Santo Amaro, caso a operação se confirmasse. “Eu teria de vir mesmo”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui