O rastro de destruição deixado pelas chuvas culminou na interdição de pelo menos sete rodovias mineiras no final de semana. A cratera aberta na BR-040 na terça-feira passada, próximo a Conselheiro Lafaiete, ainda está atrapalhando o trânsito e as obras devem demorar pelo menos mais uma semana, segundo previsão da Polícia Rodoviária Federal. Desde o dia 27 de setembro, 28 pessoas morreram em conseqüência das chuvas e duas, levadas pelas enxurradas, ainda continuam desaparecidas. O número de desabrigados, desalojados e deslocados subiu para 12.720. Entre as 18.524 casas afetadas no período, 579 foram completamente destruídas e 4.047 tiveram sua estrutura comprometida. Na madrugada de ontem, a chuva fez desabar a fachada de um casarão de Mariana, tombado pelo patrimônio histórico. Já chega a 47 o número de municípios em situação de emergência e 27 em estado de calamidade pública. Em Santa Bárbara, Região Central do Estado, dois dias seguidos de chuva levaram o Rio Santa Bárbara a sair ontem do seu leito, deixando em pânico a população ribeirinha dos distritos de Brumal, São Bento e Bairro Praia. Em Nova Era e Antônio Dias, o transbordamento do Rio Piracicaba deixou dez desalojados. Em Mariana, onde a chuva castigou a cidade nos últimos cinco dias, o Palácio dos Bispos, construído há 220 anos, desabou parcialmente e o que sobrou do imóvel, que pertence à Arquidiocese do município, pode ruir a qualquer momento. Mas a chuva promete dar uma trégua a partir de hoje, deixando o tempo estável até quinta-feira. De acordo com o 5º Distrito de Meteorologia, a frente fria que está atuando sobre o litoral brasileiro há vários dias, finalmente começou a se dissipar. Uma nova frente fria está em formação na Argentina e deve chegar ao Estado na quinta-feira. O tempo deve abrir a partir da Região Nordeste, com chuvas moderadas ocorrendo somente no Triângulo e Sul de Minas. A partir de amanhã, na parte da tarde, chuvas de fraca intensidade ficarão confinadas no extremo Sul do Estado. Na Bacia do Rio Doce estão previstas chuvas moderadas no extremo Sul. Estradas O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) informou que sete rodovias estaduais tiveram neste final de semana o trânsito interrompido. A MG-111 foi fechada no km 100,5, no entroncamento com a BR-262, em Manhumirim, com obras de recuperação devido à deterioração de um bueiro. A opção de tráfego foi feita pelos municípios de Martins Soares, Reduto e Manhuaçu. Na MG-350, o trânsito foi interrompido no km 84,2, devido à queda da pista de rolamento. O desvio estava sendo feito pela BR- 459, via Wenceslau Braz. A BR-120 foi fechada no km 374, devido à queda da ponte sobre o Ribeirão Borba Grande, no entroncamento para Ferros. Para ter acesso à cidade de Guanhães, os motoristas tiveram duas opções de desvio: pelo município de Ferros e pela BR-381. As MG 405 e 406 foram fechadas devido ao rompimento de pontes e aterros. A LMG-778 e MGT-367 também tiveram o trânsito interrompido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui