Das 20h40 de sexta às 20 horas de sábado, cinco motoristas foram flagrados dirigindo bêbados em Santa Cruz. Três foram presos em flagrante e tiveram que pagar fiança para serem liberados.

O primeiro caso foi registrado no começo da noite de sexta junto ao posto do Comando Rodoviário na RSC–287. Os patrulheiros abordaram um caminhão Mercedes-Benz que seguia no sentido Santa Cruz–Venâncio Aires e constataram que o motorista tinha sinais de embriaguez. Morador do Bairro Pedreira, o homem de 46 anos confirmou que tinha tomado uma garrafa de cerveja e foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA). O teste do bafômetro apontou que ele tinha 0,63 miligramas de álcool por litro de ar expelido, mas mesmo assim não houve prisão em flagrante. O caminhoneiro prestou depoimento e foi liberado.

O segundo caso foi por volta da 1h45 de sábado, na Rua Coronel Oscar Jost, próximo do entroncamento com a BR–471, e deixou uma pessoa ferida. Dois jovens – ambos com 20 anos – tripulando um Focus e um Corolla em direção à rodovia estariam fazendo um pega quando o Focus acabou colidindo na traseira de uma Honda Biz que seguia no mesmo sentido. O condutor da moto precisou ser internado no Hospital Santa Cruz.

O motorista do Focus apresentava 0,47 miligramas de álcool por litro de ar expelido e foi preso em flagrante pela BM por embriaguez, realização de pega e lesão corporal culposa. O condutor do Corolla fugiu, mas se apresentou à polícia mais tarde e também foi preso. O jovem que dirigia o Focus se negou a prestar depoimento e o condutor do Corolla disse que não estava participando de um pega. Testemunhas, porém, garantiram que os dois estavam fazendo uma competição no momento do acidente. Eles pagaram fiança – R$ 600,00 cada – e foram liberados.

Já no começo da noite de sábado o motorista de uma Parati azul perdeu o controle do veículo na Avenida Independência e acabou invadindo um estacionamento, colidindo na traseira de um Chevette. Com visíveis sinais de embriaguez, o condutor de 41 anos justificou que um pneu do carro estourou ao passar sobre os tachões. Ele prestou depoimento e foi liberado. Por volta das 20 horas, um pedreiro de 51 anos foi preso em flagrante após conduzir uma picape D20 por cima da calçada em plena Avenida Euclides Kliemann. Ele tinha 0,74 miligramas de álcool por litro de ar expelido e, para não ir para a cadeia, pagou fiança de R$ 415,00.