A Concessionária Ecovia também deve apresentar novidades para a temporada 2008/2009 nas praias do Paraná. A começar pelo atendimento nas rodovias. A partir de 1º de dezembro, data que marca o início da temporada para a concessinária, e que coincide com o aumento no fluxo de veículso por conta do clima mais quente, as rotas de inspeção — os veículos de socorro que percorrem os trechos concessionados — vão prestar apoio aos motociclistas. Antes, quando uma moto tinha problema na estrada, um guincho era deslocado para levar o veículo ao pátio da Ecovia. Agora os carros de socorro estão adaptados, e eles mesmo farão o serviço, reduzindo o tempo de espera.

As motos representam 10% do total de acidentes ou problemas mecânicos na BR-277, e a demanda de motos vem aumentando na rodovia nos últimos anos. Na tem prada 2007/2008, foram mais de 100 mil motos circulando pelo trecho. A adaptação vai liberar os guinchos da empresa para atender apenas veículos maiores.
Outra demanda é a aquisição de um caminhão guincho equipado com guindaste para destombamento de caminhões. Com isso, a Ecovia estima mais rapidez para liberar a BR em caso de acidentes envolvendo caminhões de grande porte, especialmente aqueles que carregam contêineres, comuns no trecho entre Curitiba e Paranaguá.

A Ecovia também deve terminar antes da temporada o alargamento das pontes na PR-407, que leva às praias. O posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também será trocada de lugar pela Ecovia. Atualmente ela está insatalada no km 61, mas antes do início da Operação Verão, vai para o km 59, logo após a praça de pedágio, e vai contar com uma base para o helicóptero da PRF que serve à Operação Verão. A Ecovia espera fluxo médio de 45 mil veículos durante os meses de temporada.