Ciclistas serão orientados sobre como trafegar com segurança nas vias urbanas e rodoviárias. Foto: Divulgação

“Ciclista na Via” tem como objetivo orientar os condutores sobre o trânsito seguro nas ruas e nas estradas

Conscientização. Esse é o objetivo da concessionária responsável pela rodovia MG-050, em Minas Gerais, que irá promover nesta terça-feira (19), um encontro com ciclistas mineiros com o propósito de orientá-los sobre como trafegar de forma segura nas ruas, avenidas e rodovias.

A ação “Ciclista na Via” será desenvolvida, entre 18h e 19h30, perto do Fórum de São Sebastião do Paraíso, Sul do estado.

Durante as abordagens, os ciclistas que participarem do evento receberão orientações e panfletos com dicas preventivas, além de faixas refletivas para serem coladas nas bicicletas. Os participantes também receberão um kit lanche, com suco e biscoito.

Alerta

Dados do último levantamento do Ministério da Saúde, realizado em 2014, mostram que o Brasil tem, em média, 32 ciclistas internados por dia devido a acidentes de trânsito.

O levantamento também aponta a fragilidade de quem anda de bike pelas vias das cidades brasileiras: são mais de 1.300 ciclistas mortos em acidentes de trânsito por ano. Informações no site da concessionária.

Segundo o CTB, em rodovias de pista dupla, como a Bandeirantes (foto), os ciclistas devem transitar no acostamento, no mesmo sentido do tráfego. Foto: Divulgação

Ciclistas, toda o cuidado é pouco!

Estradas tem noticiado toda semana acidentes envolvendo ciclistas, ora com ferimentos, ora com mortes. E reforça o alerta feito na semana passada. É importante e fundamental que os ciclistas entendam que trafegar em rodovias requer extrema atenção e deve ser feita somente de acordo com as condições estabelecidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no qual traz no Artigo 58 que os ciclistas podem trafegar nas vias urbanas, mesmo que não haja acostamento; entretanto, no artigo 60, inciso II, define as vias urbanas como pavimentadas (rodovias) e não pavimentadas (estradas).

E, no Artigo 244, o CTB restringe a circulação de bicicletas nas rodovias sem acostamento e pista dupla, mas libera o tráfego em estradas, mesmo que não haja acostamento nem pista dupla. Ou seja, em estradas (vias não pavimentadas) pode a circulação de bicicletas. Já nas pavimentadas, como é o caso da maioria das rodovias no entorno de São Paulo, por exemplo, há de se observar os requisitos: acostamento e pista dupla.

Independente do que dia a lei, é fato que a velocidade dos carros, caminhões e ônibus é bem superior à velocidade das bicicletas, o que traz sérias consequência em casos de acidentes, como os que têm acontecido nos últimos dias. Diante disso, mesmo o CTB não citando como uso obrigatório os equipamentos, como capacete, cotoveleira e joelheira, é prudente fazer o uso destes. e quando estiver trafegando em acostamentos de rodovias como a Bandeirantes, Anhanguera, Imigrantes e Castello Branco, entre outras , fique muito atento. Afinal, todo cuidado é pouco.

Respeitar a lei é primordial para um trânsito seguro. Arte: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui