Vários deputados pediram que o GDF altere o projeto de duplicação da DF-150, que prevê a derrubada de 50 a 80 casas. Moradores ocuparam as galerias durante a sessão de hoje, estendendo uma faixa em que reivindicavam “soluções menos agressivas”.

Raad Massouh (DEM) disse que havia conseguido, junto ao Departamento de Estradas de Rodagens (DER-DF), que o prazo para desocupação das casas fosse estendido de cinco para 30 dias. O parlamentar solicitou à líder do governo, Eurides Brito (PMDB), que marque uma reunião para que o governo dialogue com a comunidade. “Só é preciso pequenas alterações no projeto”, completou.

“Meu dissenso é quanto à forma, e não quanto ao conteúdo”, declarou Milton Barbosa (PSDB), referindo-se à margem definida para a rodovia duplicada. Erika Kokay sugeriu que o conjunto dos deputados aprovassem uma moção em favor dos moradores, mencionados também nos discursos de Patrício e Paulo Tadeu, ambos do PT.

A obra compreende um trecho de 15 km, do balão do Colorado até a Fercal, e visa melhorar o trânsito na região, que compreende Sobradinho I, Sobradinho II, condomínios e Fercal.