Os passageiros do ônibus da empresa Brasil Sul, que haviam embarcado em Londrina com destino a São Paulo, nem tinham saído da cidade quando o assalto começou. De acordo com o relato do motorista, ele parou em um sinaleiro e foi surpreendido por três homens, que chegaram atirando. O crime aconteceu por volta das 22h30 de terça-feira. Três assaltantes, menores, conforme relato das vítimas, teriam abordado com tiros o motorista do ônibus, no semáforo da Avenida Brasília, em frente ao Detran, na saída de Londrina para Ibiporã (Zona Leste). Dentro do veículo, enquanto um deles controlava o motorista e o obrigava a seguir lentamente, os outros agrediam os passageiros com coronhadas e roubavam pertences pessoais, celulares, documentos e dinheiro. De acordo com o sargento da Polícia Militar de Ibiporã, Levi Teófilo, na entrada de Ibiporã os assaltantes deixaram o ônibus e fugiram à pé.

O motorista retornou até o Posto Rodoviário de Jataizinho e as vítimas foram socorridas pelo Siate e levadas ao Hospital Cristo Rei de Ibiporã. A diretoria de enfermagem do hospital informou que dez passageiros foram atendidos com ferimentos leves, sendo que em alguns deles foi preciso fazer suturas, pois apresentavam pequenos cortes. O marido de uma das vítimas afirmou que a ação durou cerca de 30 minutos. Eles chegaram e saíram atirando. Gritavam muito e ameaçavam atirar para matar. Fizeram um dos passageiros tirar toda a roupa para humilhá-lo. Disseram para obedecer senão o matariam , relatou. Da esposa – que já foi atendida e passa bem – foram roubados mil reais, o celular e os documentos. O ônibus era fretado e levava cerca de 30 comerciantes da região para fazer compras em São Paulo.

O soldado da Polícia Rodoviária de Ibiporã, Leandro César Garcia de Marco, desconfia que os assaltantes tinham conhecimento desta informação. Neste horário saem muito ônibus com destino à São Paulo e eles escolheram justo este . O gerente operacional da empresa Brasil Sul, Nelson Ribeiro, lamentou o ocorrido e garantiu que será prestada assistência às vitimas. Sempre tomamos todos os cuidados, como impedir que passageiros embarquem fora dos lugares pré-determinados, mas infelizmente esta é uma situação que não se pode prever. O importante é que ninguém se machucou gravemente e todos foram atendidos , declarou. O delegado substituto de Ibiporã, Paulo Gomes, ainda está ouvindo depoimentos.

A polícia está investigando se os assaltantes seriam os mesmos que mataram com um tiro no olho um motorista paraguaio na semana passada durante um assalto a um ônibus de turismo, perto de Sertanópolis. Em agosto do ano passado a polícia registrou dois assaltos semelhantes na região, envolvendo veículos de turismo que levavam lojistas da cidade para fazer compras em São Paulo. Em ambas as situações, os motoristas trafegavam na BR-369, foram rendidos e obrigados a levar os ônibus para estradas vicinais. Após o assalto, os passageiros foram trancados no bagageiro dos carros.