Começa hoje no Rio Grande do Norte a implantação de nova sinalização horizontal e vertical nas rodovias. Toda a malha rodoviária do estado, numa extensão de 1440 Km será melhorada com os reparos. O investimento tem o custo total de nove milhões de reais e até dezembro está previsto um gasto de quatro milhões e setecentos mil reais. Os serviços estão previstos no Pro Sinal (Programa de Sinalização das Rodovias Federais), elaborado pelo Ministério dos Transportes. O órgão executor é o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) e a empresa licenciada é a Faixa. O início das obras se dá no trecho viaduto do Quarto Centenário até o viaduto de Ponta Negra.

Em seguida serão sinalizadas a BR 101 (Touros – Natal – Paraíba); BR 304 (Ceará – Mossoró / Açu Natal); BR 405 (Mossoró – Divisa da Paraíba); BR 406 (Macau – Natal); BR 226 (Natal – Currais Novos – Pau dos Ferros); BR 427 (Currais Novos – Serra Negra do Norte) e a BR 110 (Mossoró – Areia Branca). O programa contempla a sinalização horizontal (pintura de faixas), a vertical (placas) e serão colocados dispositivos de segurança (tachas, balizadores e painéis variáveis). O superintendente regional do Dnit-RN, José Narcélio Marques explicou que os trabalhos serão iniciados pelos trechos praticamente sem buracos e serão utilizadas tintas à base de borracha (termoplásticas). ‘‘Vamos colocar placas com alto grau de refletância e também tachinhas refletivas na pista.

Serão usados grandes painéis de sinalização colocados em pórticos com medidas de doze metros quadrados (4m x 3m), provocando um grau maior de visibilidade. Lugares como o complexo de Parnamirim, os acessos às praias, o aeroporto e as bifurcações terão suas sinalizações apropriadas. Será um banho de sinalização’’, entusiasmou-se Narcélio. Ele ainda informou que as placas serão amarradas via GPS (Global Position System) para serem mais rapidamente localizadas em caso de roubo. Os trabalhos não começaram segunda-feira porque a pintura só pode começar com asfalto totalemte seco. O contrato contínuo de sinalização prevê a substituição de placas (em casos de roubo ou danificação) por dois anos.