Durante uma barreira de fiscalização de trânsito realizada pela Polícia Rodoviária Federal no quilômetro oito da rodovia federal BR-392, no trecho conhecido como estrada da Barra, os policiais flagraram um caminhão transportando uma carga tóxica sem a devida sinalização necessária.

Conforme o relato dos policiais rodoviários na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), por volta das 16h45min da última sexta-feira, 1º, eles fiscalizavam os veículos na BR-392, quando abordaram o caminhão Scania/L111, laranja, placa ICJ 6056, conduzido por C.N.B.I., de 35 anos.

Durante a abordagem, os policiais constataram que o caminhão estava transportando nitrato duplo de sódio e potássio. Devido à carga ser considerada tóxica e o veículo não apresentar identificação adequada para o transporte da mesma, ele foi apreendido e apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), juntamente com o motorista do veículo e um diretor da empresa responsável pelo transporte da carga, identificado como J.S.A., de 34 anos, sendo que ambos foram autuados pelo crime ambiental de transporte de carga tóxica sem a devida identificação.

Após o registro policial, foi realizado o transbordo da carga para um outro caminhão com as devidas identificações necessárias para o transporte do produto, sendo que a operação ocorreu no pátio do posto da Polícia Rodoviária Federal. Logo em seguida, o caminhão foi liberado.