A pavimentação da estrada vai facilitar o escoamento da produção agrícola de Domingos

Martins e Santa Maria do Jetibá.

Considerada uma das mais importantes estradas para escoamento da produção agrícola

da Região Serrana do Estado, a rodovia que liga Domingos Martins (sede) ao distrito de

Melgaço, no mesmo município, sofreu com as chuvas que caíram no primeiro semestre

deste ano. Em função disso, as obras de pavimentação do trecho, que possui 25

quilômetros, estão atrasadas.

Além das chuvas, o grande número de pedras existentes na pista e nos taludes dificultou

os trabalhos de drenagem e ampliação da pista. Com a estiagem do mês de julho, porém,

o ritmo está acelerado e parte do trecho, que compreende a primeira fase da obra – e vai

da ponte do rio Jucu à localidade de São Miguel – já está pavimentado.

Além de atender produtores de diversas localidades de Domingos Martins, a via é

bastante utilizada por produtores de Santa Maria de Jetibá. De acordo com o produtor

Valdemar Pagung, após a pavimentação da estrada, os custos com manutenção dos

veículos serão consideravelmente reduzidos.

O investimento vai facilitar o transporte de produtos como: café, banana, avicultura e

hortaliças. Além da agricultura, a estrada é amplamente utilizada pelo transporte escolar e

também por turistas que fazem do agroturismo seu programa de fim de semana.

“Antes mesmo do término da obra, verificamos um aumento do número de turistas que

visitam a região. Acredito que irá surgir um novo pólo de agroturismo no Estado”, afirma

Arthur Simon, avicultor e produtor rural, que reside em São Miguel.

O investimento na pavimentação de estrada, que vai da ponte do rio Jucu ao distrito de

Melgaço, é de R$ 4,9 milhões.