O trânsito da BR-476 está parcialmente interditado nos quilômetros 10, em Adrianópolis, e 53, em Tunas do Paraná. Apesar dos bloqueios parciais, não há registro de congestionamentos.

De acordo com Hugolino Trevisan, do núcleo de Comunicação Social da Polícia Rodoviária Federal, ambos os deslizamentos ocorreram ontem por volta das 22h.

Segundo a Polícia Rodoviária, a liberação da pista depende do Dnit, o Departamento Nacional de Infra-estrutura Terrestre. Segundo a assessoria do órgão, as obras de limpeza e manutenção dos dois trechos deve começar ainda hoje. Em Tunas, no km 53, pelo fato de o deslizamento ter sido menor, a liberação total da pista deve ocorrer em, no máximo, meia hora. Já no km 10, em Adrianópolis, próximo à divisa com o estado de São Paulo, os funcionários do Dnit começam o trabalho quando a chuva parar ou, pelo menos, diminuir. No local, o deslizamento do barranco está sinalizado para evitar um acidente.

Além desses dois pontos parcialmente obstruídos na Estrada da Ribeira, outro incidente envolvendo rodovias do Paraná ocorreu ontem. Uma barreira caiu na Estrada da Graciosa (PR-410), na altura da Serra do Mar. O trânsito ficou obstruído por quatro horas, mas já foi liberado ontem mesmo.

Mesmo assim, a Polícia Rodoviária Federal recomenda que, tanto na Graciosa quanto na Ribeira, o motorista redobre a atenção e siga as orientações, como velocidade baixa, faróis ligados e distância segura dos demais veículos.