A fila superou os 70 quilômetros nesta quarta

Os curitibanos que forem aproveitar o feriado de Páscoa no litoral paranaense devem ter atenção redobrada ao pegar a BR-277 em direção as praias. A fila de caminhões estacionados na rodovia, esperando a vez para descarregar a soja no Porto de Paranaguá, continua longa e não deve terminar antes do feriado.

Na manhã desta quarta-feira, a fila chegava a 70 quilômetros, andando lentamente. Com o aumento do fluxo de veículos durante o feriado, o risco de acidentes também aumenta.

A Ecovia, concessionária que administra o trecho da BR-277 entre Curitiba e Paranaguá, alerta para o perigo de acidentes, principalmente nos pontos de acesso e de saída da rodovia, pois a fila de caminhões acaba tirando a visão do motorista. Os caminhoneiros também correm risco de atropelamento, pois muitos circulam e conversam próximos a seus veículos, por vezes dentro da pista.

Um outro problema levantado pela Ecovia é o da falta de espaço no acostamento, fazendo com que os motoristas que tiverem pane mecânica sejam obrigados a parar na pista de rolamento. Para minimizar o perigo, a orientação é que os motoristas evitem os horários de pico. Antes de viajar, as pessoas podem verificar as condições de tráfego na rodovia, consultando o site site da Ecovia (www.ecovia.com.br) ou o telefone 0800 410 277.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui