Com três mortes registradas, o trânsito foi violento neste fim de semana nas estradas federais que passam pelo Rio Grande do Norte. Dois dos três acidentes fatais foram registrados na sexta – dois atropelamentos – enquanto o terceiro aconteceu no domingo em uma colisão que envolveu três carros na BR-101. No total, a Polícia Rodoviária Federal registrou 26 acidentes nas rodovias federais, onde 18 pessoas ficaram feridas.

Por volta das 18 horas do domingo a ultrapassagem forçada de um Honda Civic, de placas MXW 0225/RN, acabou causando o grave acidente, que envolveu ainda um Ford Siena, de placas MYX 6546/RN, e uma VW Saveiro, de placas MYI 7810/RN. O condutor do Honda Civic, identificado como Diogénes de Oliveira Paulino, 29 anos, acabou morrendo.

O acidente, um choque lateral, aconteceu no Km 113,8 da BR 101, na altura do município de São José de Mipibu, na região da Grande Natal. A colisão ainda causou lesões graves no condutor da Saveiro, identificado como Anderson Paulino Freitas de Souza, de 29 anos.

Na sexta-feira foi marcada como o dia mais violento do fim de semana, com duas mortes, ambas atropelamentos de pedestres. A primeira aconteceu em Natal por volta das 14h30, quando um Ford F1000, de placas KFZ 5221/RN, atropelou a idosa Júlia Ribeiro da Silva, de 76 anos, que não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo.

Júlia estava na companhia da adolescente Talita Marise Soares da Silva, 17 anos, que também foi atingida pelo carro. A adolescente teve lesões graves. O atropelamento aconteceu no Km 94,6 da BR-101, quando segundo informações da PRF as duas se encontravam sobre a pista.

Ainda na sexta, às 21h15, um Fia Palio, de placas HWW 2647/CE, atropelou o pedestre Antônio Vieira do Nascimento, de 49 anos, que morreu no local. O choque ocorreu na altura do município de Parnamirim, Km 106,5 da BR-101.