Com o objetivo de fazer cumprir a Lei n° 11.705 que torna crime dirigir após a ingestão de qualquer quantidade de álcool, tem início nesta quinta-feira (3) em Pernambuco a Operação Tolerância Zero. Serão realizadas blitzes específicas para fiscalizar o respeito dos motoristas à lei seca. Aproximadamente cem homens, distribuídos em equipes móveis e fixas, estarão atuando na Região Metropolitana do Recife (RMR). O objetivo dos órgãos que atuarão na operação é que as ações sejam, em seguida, estendidas para todo o Estado.

As fiscalizações nas rodovias estaduais continuarão. Aos sete postos rodoviários, localizados nas estradas estaduais da RMR e da Zona da Mata, serão acrescentadas duas equipes. Tanto no interior pernambucano, como nas áreas urbanas e rodovias estaduais, serão desenvolvidas ações pontuais em eventos como feiras, festas e shows. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PE), Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), Batalhões de Policiamento de Trânsito (Bptran) e da Polícia Rodoviária de Pernambuco (BPRv), Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), além da Polícias Militar e Civil estarão juntos na ação.

Durante a fiscalização serão utilizados apenas bafômetros descartáveis, já que os agentes não terão à disposição etilômetros, equipamento que aponta o índice de álcool no organismo. Caso o motorista se recuse a realizar o procedimento, será efetuada a apresentação do condutor à autoridade policial que tomará as medidas cabíveis. O não cumprimento da lei prevê multa no valor de R$ 957,70, apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir por uma ano. Dependendo da quantidade de álcool encontrada no organismo do condutor, ele será encaminhado a uma delegacia onde será autuado e terá que pagar uma fiança.

A lei entrou em vigor no dia 19 de junho e até o momento catorze motoristas foram autuados em Pernambuco por dirigirem após beber. Desses apenas dez foram presos.