As obras de duplicação das BRs 104 e 408 podem ser incluídas no Plano de Aceleração de Crescimento – PAC, do Governo Federal. “Com a mudança, as obras ganham caráter prioritário para o Governo Federal e têm a liberação de recursos para o Tesouro Estadual feita de maneira automática. Isso vai garantir a execução dos serviços sem nenhuma interrupção, cumprindo o cronograma de entrega das novas rodovias, mais modernas e seguras, à população pernambucana”, explicou o Governador, durante audiência com o presidente Lula.

As obras da BR-104, também conhecida como Rodovia do Jeans, têm custo total de R$ 308 milhões. Desse montante, R$ 39,3 milhões devem ser liberados ainda em dezembro. “Vamos começar a obra ainda este ano. Estes recursos serão utilizados na instalação do canteiro de obras, na restauração da estrada já existente e para as intervenções urbanísticas do trecho que corta Caruaru”, detalhou o Governador, que também se reuniu com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

Outros R$ 38,9 milhões devem ser transferidos já no início de 2009 para os trabalhos na BR-104. O fluxo de veículos entre as cidades de Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe é de aproximadamente 14 mil/dia. A duplicação vai beneficiar diretamente 430 mil pessoas da região. “A nova BR-104 vai consolidar o Agreste de Pernambuco como o maior pólo de confecções do Brasil. É uma obra importante e estratégica, e dialoga com a prioridade do nosso Governo de interiorizar o desenvolvimento”, disse o Governador.

Os trabalhos na BR-408 devem receber o primeiro aporte de recursos em janeiro, data de início das obras. Serão destinados R$ 46 milhões correspondentes ao segundo lote da construção, que já está licitado e vai do Tip a Paudalho. A duplicação da rodovia tem um custo total de R$ 113 milhões.

Ainda em Brasília, o Governador reuniu-se com o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Sérgio Bernardo, para pedir mais agilidade na liberação das emendas de bancada destinadas ao Estado, sobretudo ao Porto de Suape.