A chegada do período chuvoso é sinônimo de aumento dos riscos de acidente nas rodovias. Para conter as tragédias, a Secretária de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) liberou R$ 128 milhões para recuperação de 505 quilômetros da malha estadual do Sul de Minas. A partir de segunda-feira, máquinas devem começar os trabalhos em estradas que cortam 39 municípios mineiros. A ação integra o Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Mina Gerais (Pro-MG).

No primeiro ano de contrato, a empreiteira responsável deve recuperar as condições do asfalto e garantir boas condições para o tráfego. Os três anos seguintes serão destinados à conservação viária. Segundo o secretário de Transportes e Obras Públicas, Fuad Noman, os recursos são provenientes do Tesouro Estadual e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). São previstas melhorias em toda as rodovias estaduais até 2011.

“O programa garante boas condições de acesso para os turistas e para o escoamento dos produtos destas cidades. Foram feitos estudos que identificaram as demandas de cada ponto. As estradas com problemas mais brandos devem ser recuperadas de prontidão, no entanto, por causa do período chuvoso, alguns trechos são mais complexos e os serviços, incompatíveis com a água”, afirma. Cada empresa contratada tem prazo determinado para execução das obras e, caso não cumpram o tempo estipulado, o governo pode multá-las. Para isso, serão estabelecidos indicadores, como quantidades de buracos, deformações plásticas, erosão e falta de sinalização.

Em dezembro, a Setop deve assinar contrato para obras na região de Juiz de Fora, na Zona da Mata. Até o ano passado, R$ 320,2 milhões foram liberados ao Pro-MG e garantiram melhorias em 3,3 mil quilômetros. As empreiteiras concluíram os serviços em 2,8 mil quilômetros, o equivalente a 72% da meta autorizada, com gastos de R$ 152 milhões (48% dos recursos assegurados). Para o ano que vem, a previsão é que sejam gastos entre R$ 300 milhões e R$ 400 milhões.

A meta da Setop é atingir a marca de 7.387 quilômetros até o final do ano e atender às 21 regionais do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER) até 2010. No trecho correspondente ao DER em Oliveira, na Região Centro-Oeste de Minas, foram melhorados 266 quilômetros; em Passos, no Sul do estado, 276 quilômetros; Pará de Minas, na Região Central, 221 quilômetros; Itajubá, no Sul, 190; e Poços de Caldas, também no Sul, 364 quilômetros.