Fiscais do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) iniciam, na segunda-feira, a operação “Rastro Verde” nas principais rodovias da região Norte. O objetivo, segundo o chefe de fiscalização da regional de Sinop, Evandro Selva, é vistoriar o transporte de madeira e também algumas empresas do setor.

Inicialmente, as equipes ficarão na BR-163, podendo percorrer rodovias estaduais. “Faremos barreiras em diferentes pontos”, alertou. Também estão sendo planejadas vistorias nos polígonos de desmatamento, em planos de manejo, empresas madeireiras e portos, onde será verificada a origem da madeira.

A operação já foi deflagrada em outros Estados, como Pará, Rondônia, Santa Catarina, para fiscalizar o caminho da madeira extraída ilegalmente da Amazônia até os principais centros consumidores nos Estados das regiões Sudeste e Sul. Segundo o órgão, com a chegada do período chuvoso, a extração de árvores da floresta diminui e as madeireiras se concentram em retirar toras e madeiras beneficiadas dos pátios das serrarias para suprir o mercado de São Paulo, Paraná e Santa Catarina, entre outros Estados.

As pessoas envolvidas em irregularidades serão detidas e podem ser autuadas e responderem por crime ambiental na Justiça.