O Brasil é um dos cinco países do mundo com o trânsito mais violento, conforme dados dos órgãos governamentais de trânsito. De acordo com o Ministério dos Transportes, todos os anos, aproximadamente 60 mil pessoas perdem a vida em acidentes envolvendo veículos. Em 2002 aconteceram 108.881 acidentes em rodovias federais, envolvendo 183.602 veículos e matando 6.176 pessoas. Apenas neste ano, 29 pessoas já perderam a vida nas estradas do pólo rodoviário de Pelotas (RS) e 317 ficaram feridas.

Além dos altos números de acidentes e mortes, um dos fatores que mais impressiona e preocupa é que a grande maioria (93%) dos acidentes só acontece devido à imprudência de motoristas e usuários de rodovias e vias urbanas. Para tentar minimizar estes números e conscientizar os motoristas e pedestres, a Ecosul, concessionária que administra o Pólo Rodoviário de Pelotas – BR?s 392, 293 e 116 – e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão promovendo uma programação especial durante a “Semana Nacional do Trânsito”, que começa nesta quinta-feira, dia 18 de setembro.

Os motoristas que passarem pelas praças de pedágio do Pólo de Pelotas (RS) irão receber um folder ilustrado com informações importantes sobre segurança no trânsito. O material foi impresso em preto e branco para que os pais possam mostrar as crianças e incentivá-las a pintar e tomar conhecimento das informações também. Ao mesmo tempo, nos três postos de serviço e informação ao usuário da Ecosul (os PSIUS), automóveis que se envolveram em acidentes de trânsito ficarão expostos.

Ao longo da semana cinco escolas nos municípios de Cristal, Turuçu, Pelotas, Capão do Leão e Rio Grande, todas no Estado do Rio Grande do Sul, vão receber palestras com equipes da Polícia Rodoviária Federal e da Ecosul, compostas pelos resgatistas do socorro médico. Nas palestras vão ser abordados temas como Código Brasileiro de Trânsito, como trafegar em segurança e serão realizadas demonstrações de atendimentos de acidentes.

Para os ciclistas e charreteiros serão realizadas blitze em diversos pontos das BR?s 116 e 392, nos arredores de Pelotas e Rio Grande, com o intuito de sinalizar os veículos com faixas refletivas, conforme está previsto no Código Brasileiro de Trânsito. “Precisamos reduzir o número de acidentes nas rodovias da região. Os motoristas têm que ter consciência dos perigos a que se expõem cada vez que ultrapassam o limite de velocidade ou desrespeitam a sinalização”, afirma o diretor de Engenharia e Operações da Ecosul, Fernando Araújo.

As atividades começam a partir das 7h e se estendem até 20h diariamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui