A rodovia Cândido Portinari (SP-334) continuará interditada parcialmente por mais 15 dias. A concessionária Autovias – que opera e administra o trecho de três quilômetros onde há obras de duplicação e implantação de um trevo – manterá a interdição em virtude de novos trabalhos de escavação de terra que deverão ser feitos no local. A liberação do tráfego entre os quilômetros 370 e 373 (do Rio Sapucaí até a praça de pedágio de Restinga) deveria acontecer ter acontecido na última sexta-feira (27/02).

A interdição é necessária para garantir maior segurança aos usuários que trafegam pelo trecho, devido a grande presença de máquinas pesadas no local. Uma das pistas da Cândido Portinari será mantida totalmente fechada ao tráfego no período previsto pela concessionária. Os veículos continuarão a utilizar a outra pista em períodos alternados de 10 minutos em média.

O trecho está amplamente sinalizado. Além disso, trabalhadores que prestam serviço à concessionária estão utilizando bandeiras para orientar o fluxo de veículos. A velocidade recomendada para o trecho é de 60 km/h. A interdição alternada acontece sempre das 8 às 18 horas.

A Autovias também está duplicando 13 quilômetros (do 383 ao 396) entre Restinga e Franca. Cerca de 16.200 usuários por dia, em média, trafegam neste trecho (5.400 veículos). A concessionária também implanta quatro trevos: nos quilômetros 384 (acesso a Restinga), 387, 390 e um no entroncamento da Cândido Portinari com a Ronan Rocha, na entrada de Franca, após o posto da Polícia Militar Rodoviária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui