Uma decisão da Justiça de Pedro Osório, na zona Sul do Estado, detemrinou nesta quinta, dia 18, a suspensão da cobrança de pedágio na BR-116, entre Pelotas e Pedro Osório.

A decisão do juiz Marcelo Cabral é decorrente de uma ação coletiva de consumo movida pelo Ministério Público de Pedro Osório. Segundo a decisão do juiz, fica suspensa a cobrança de pedágio até que a Empresa Concessionária de Rodovias do Sul S.A. (Ecosul), responsável pelo trecho, consiga atingir um padrão mínimo de eficiência nos serviços prestados. O levantamento feito pelo Ministério Público registra, principalmente, desníveis excessivos entre a pista e o acostamento.

Em caso de descumprimento a empresa terá de pagar multa de dois salários mínimos por usuário que pagar a tarifa. Segundo a assessoria de imprensa da Ecosul, a empresa só vai se manifestar após notificação da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui