O rigor da lei seca começa a dar resultados positivos tanto nas ruas quanto nas rodovias do Estado. A avaliação da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Amapá, que fizeram operação neste fim de semana, são de que o número de acidentes e de infrações está caindo e os motoristas estão se adaptando para cumprir a determinação legal que prevê multa, apreensão da carteira e prisão para quem for pego com índices de álcool acima do permitido.

Apesar da Companhia Independente de Trânsito do Amapá (Citran) ainda não ter o resultado da Operação de Férias, garante que houve uma redução bastante significativa no número de mortos em acidentes, se comparado ao mesmo período em 2007.

A redução no número de acidentes também é registrada pelo Corpo de Bombeiros do Estado. Segundo o comandante Ademar, a Lei Seca e as Campanhas contra Afogamentos e Primeiros Socorros, foram fatores que contribuíram nessa redução.

“Com certeza já está sendo notada a redução de acidentes. Percebemos também que os motoristas estão mais intimidados com a lei, porque sabem que a tolerância é zero e a punição é pesada, principalmente com a perda da carteira de habilitação” , pontua o comandante.

Acidentes. Uma pessoa morreu em acidente na tarde deste último domingo (3), no Km 9, próximo da linha G. Segundo as informações do boletim de ocorrência, o condutor do veículo GM Classic Life, Emilson da Silva Maia, atropelou um casal que trafegava de bicicleta. A jovem de iniciais E. R. P. S, 15 anos, e que estava grávida de cinco meses, não resistiu ao acidente e veio a falecer. O marido da jovem foi encaminhado ao Hospital de Emergências e apresentava aminésia temporária. O boletim ressalta ainda que o motorista não apresentava sintomas de embriagueis, porém o mesmo foi encaminhado para exames periciais.