PIRAPORA – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) comunicou, na manhã desta terça-feira, que várias entidades sociais – entre elas, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) – manifestaram-se contra a transposição do rio São Francisco. Com isso, a BR-365, no Km 168, em Pirapora, no Norte de Minas, ficou totalmente interditada, nos dois sentidos.

A previsão inicial era que a manifestação durasse até as 17h da tarde desta terça. Mas, segundo a PRF em Montes Claros, também no Norte do Estado, por volta das 10h50 desta manhã, os cerca de 300 manifestantes dispersaram-se: eles seguiam para o centro de Pirapora. O protesto na rodovia foi pacífico. Às 11h40, o trânsito já fluía normalmente.

A transposição do rio São Francisco prevê a integração do rio a outras bacias do Nordeste para garantir melhor distribuição de água. Grupos da sociedade civil consideram que o projeto pode beneficiar os latifundiários, que expulsariam os pequenos agricultores, e que pequenas obras resolveriam o problema da falta de água na região. Também, questionam o custo para os consumidores e a sua eficácia.