As manifestações promovidas ontem por pequenos agricultores atingidos pela seca interromperam o trânsito em várias rodovias do Estado. Em Sarandi, 4 mil pessoas realizaram um ato diante do Banco do Brasil e seguiram em caminhada pela avenida Expedicionário. Depois, o grupo protestou junto ao trevo de acesso à cidade, bloqueando a BR 386 entre 15h30min e 17h30min. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os motoristas foram orientados a usar um desvio pela RS 404. A manifestação foi acompanhada por 15 homens em cinco viaturas.

Em Ijuí, o bloqueio durou 45 minutos e ocorreu no entroncamento da BR 285 com a RS 342, que liga o município a Cruz Alta. Só a passagem de ambulâncias e ônibus foi liberada. A PRF desviou parte do tráfego pela área urbana. A decisão de interromper o trânsito nas vias foi tomada no início da tarde, após uma assembléia realizada pelos produtores já na margem da BR 285. A caminhada desde o Centro começou por volta do meio-dia, durando uma hora. Antes, os cerca de 500 manifestantes promoveram um ato público na Praça da República e entregaram um documento com a pauta unificada de reivindicações a representantes dos poderes Executivo e Judiciário e na agência do Banco do Brasil.

Em Erechim, na região do Alto Uruguai, o tráfego na BR 153 foi bloqueado por cerca de uma hora, até quase o meio-dia, originando longas filas de veículos na rodovia, uma das mais importantes vias de acesso a Santa Catarina. À tarde, por volta de 15h, os agricultores se deslocaram para o centro de Erechim, onde realizaram uma manifestação. Em Santa Cruz do Sul, 3 mil agricultores fizeram passeata até o Distrito Industrial, onde funcionam as principais empresas do setor de fumo da cidade. Os manifestantes bloquearam, por uma hora, o entroncamento da avenida Castelo Branco com a BR 471.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui