Número de vítimas fatais cai 20% nas rodovias federais em Santa Catarina

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, à meia-noite de domingo, a operação Patrulhamento Total com um saldo positivo no número de vítimas fatais nas rodovias federais de Santa Catarina.

Apesar do aumento de 35% no número de acidentes registados no período, o total de mortes contabilizado teve uma redução de 20%. Vale destacar a ênfase à BR-101, com um aumento de apenas 3,2% nos acidentes e redução de 19% das mortes.

Em 11 dias de operação, 160 policiais de várias localidades incrementaram o efetivo do Estado, de 415 policiais. A operação, pioneira, será repetida em outros sete estados brasileiros no decorrer do ano. O objetivo é mostrar que, por meio de um trabalho intenso de fiscalização, é possível reduzir o número de acidentes e mortes.

Segundo a PRF, o movimento teve um incremento de 30% no fluxo de veículos. “Outro questão que deve ser ressaltada é que a operação caiu no período de Carnaval. O mesmo período do ano passado não corresponde ao Carnaval e, por isso, representou um “falso” aumento dos acidentes”, revelou o inspetor Leandro Andrade do Nascimento.

Trecho duplicado é o mais violento

Ao contrário do que se imagina, o trecho duplicado (Norte) da BR-101 voltou a ser o mais violento em SC. Foram 129 acidentes, 74 feridos e quatro mortes, contra 98 acidentes, 58 feridos e três mortes no trecho Sul.

Com a redução significativa no número de mortes, a direção da PRF no Estado espera receber um reforço no quadro de policiais no fim do próximo concurso público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui