O fim de semana foi violento no trânsito em Minas Gerais, com 21 pessoas mortas. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte foram pelo menos oito mortes, quatro das quais em acidentes na capital. Os números se somam aos 13 mortos nas estradas federais que cortam o estado, desde a sexta-feira até a noite do domingo, conforme balanço da Polícia Rodoviária Federal.

Neste domingo, cinco pessoas morreram e duas ficaram feridas em acidentes na Grande BH, na queda de uma moto em Contagem, um atropelamento em Nova Lima e uma batida entre um carro e um microônibus na região Oeste da capital.

À tarde, duas pessoas morreram e uma ficou ferida após serem atropeladas no início da tarde deste domingo na rodovia MG 030, bairro Santa Rita, em Nova Lima, na Grande BH. O motorista de um Gol prata perdeu o controle do veículo após tentar fazer uma ultrapassagem próximo ao km 33. Morreram o marceneiro José Luiz Santos Queiroz, de 49 anos, e a empregada doméstica desempregada Rose Alves Gonçalves, de 29.

No começo da noite, dois jovens morreram em um acidente na Avenida Teresa Cristina, próximo ao número 3.286, na região da Gameleira, zona Oeste de Belo Horizonte. Michael Wellington Oliveira, de 26 anos, perdeu o controle de seu Escort, placa GKZ 5101, e bateu de frente com o microônibus GYS 7069, da Viação Serro. Michael e o passageiro do carro Gabriel Elias Rodrigues Pimenta, de 20, morreram no local.