Indignados pela grande quantidade de acidentes que ocorrem no trecho da BR-101 Norte que corta o município de Fundão, cerca de 400 moradores fecharam os dois sentidos da rodovia no limite com o município da Serra. Reunidos desde as 17 horas desta terça-feira (16) os manifestantes incendiaram pneus, sofás, pedaços de madeira e demais objetos impedindo a passagem de veículos nos dois sentidos da via.

De acordo com Leonardo Soares, que mora na região, os carros passam sempre em alta velocidade ocasionando acidentes com outros veículos e atropelamento de pedestres. “Só vamos sair daqui quando a imprensa ouvir os moradores e pudermos expor nossas reivindicações. Não podemos mais conviver com tantos acidentes”, disse.

Durante a manifestação o congestionamento chegou a seis quilômetros no sentido Serra-Fundão. A fila de carros, motos e caminhões terminava nas proximidades do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Divinópolis, no município da Serra.

Policiais rodoviários e militares se dirigiram para o local para orientar motoristas a seguirem por outras pistas e evitarem o confronto com os manifestantes. Somente por volta das 23h30 uma das pistas foi liberada para a passagem de veículos.

Os acidentes
O último acidente registrado pela PRF na região ocorreu na tarde desta terça-feira (16) quando um caminhão tanque carregado de combustível explodiu, por volta das 17h, no km 243 da BR-101 próximo ao Posto Chapada Grande, no município da Serra. A explosão aconteceu depois de uma colisão frontal entre o veículo e um caminhão baú, que trafegava no sentido contrário. Duas pessoas morreram, uma delas carbonizada.

Outro grave acidente ocorreu neste sábado (13) no km 238. Joneir Alves de Souza, de 42 anos, estava pilotando a moto CG Titan, acompanhado de Vandisséia Salvador de Jesus, de 29. Segundo informações da PRF, o motociclista invadiu a contramão e bateu de frente com uma moto Suzuky, conduzida por Adalto Paulino de Carvalho. Os dois motoristas morreram. Vandisséia Salvador foi encaminhada ao Hospital Dório Silva em estado grave.