O ex-prefeito de Manaus, Alfredo Nascimento, assumiu nesta segunda-feira (15)o Ministério dos Transportes. Depois de empossado no Palácio do Planalto pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ele recebeu o cargo de Anderson Adauto, no auditório do DNIT (Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes). A NTC&Logística esteve representada nas duas solenidades pelo presidente Geraldo Vianna e o diretor executivo Alfredo Peres da Silva.

Natural de Martins (RN) e com 51 anos de idade, Nascimento adotou Manaus como residência há quase 30 anos. É formado em Letras e Matemática e possui cursos de administração de pessoal, administração de materiais e auditoria de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro.

O novo ministro dos Transportes já foi vice-governador do Estado do Amazonas, secretário de Estado de Administração, secretário de Estado da Fazenda, secretário extraordinário da Prefeitura de Manaus, secretário municipal de Administração, secretário municipal de Economia e Finanças, presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura de Manaus, presidente da Comissão de Licitação do Governo do Estado e coordenador de projetos do Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Ele ocupou ainda os cargos de superintendente da Zona Franca de Manaus, de presidente da Empresa de Processamento de Dados do Estado do Amazonas (Prodam), além de presidente do Conselho de Administração do Banco do Estado do Amazonas (BEA).

Antes de aceitar o convite do presidente Lula para assumir o Ministério, Alfredo estava em seu segundo mandato como prefeito de Manaus. À frente da prefeitura, Nascimento desenvolveu projetos como redução da alíquota do ISS das empresas de transportes, o que possibilitou a estabilidade do preço das passagens; o pagamento de R$ 6 mil aos médicos com dedicação exclusiva ao Programa Médico da Família; a modernização do sistema viário da capital amazonense; a criação de um sistema on line com a Câmara Municipal, permitindo aos vereadores maior controle sob a administração da prefeitura, além de programas culturais e ambientais. Chegou a ser considerado o melhor prefeito do país numa pesquisa conjunta da revista Isto é do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

Em seu pronunciamento, Nascimento mostrou-se consciente sobre o desafio que terá de agora em diante. “Sei que a tarefa é complexa e o desafio é enorme. O Brasil é um país gigantesco, com uma grande população de excluídos e só o desenvolvimento, com a geração de renda e com milhões de postos de trabalho, será capaz de mudar esse quadro”, acrescentando que as estradas, as ferrovias e os portos não podem ser entraves para o desenvolvimento do país. “Minha tarefa vai ser tentar eliminar esse problema e ajudar o país a saldar essa dívida com seu povo”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui